C   redit
Me desculpa ? Me desculpa por todas as vezes que deixei de demonstrar, por todas as vezes que deixei de falar tudo o que eu sentia e por isso te fazia achar que eu não sentia nada, desculpa por ser essa pessoa orgulhosa, por parecer tão fria e inquebrável, quando na verdade, estava explodindo por dentro e tudo o que eu queria fazer era gritar e falar dos meus sentimentos. Sei que te perdi, por todos esses erros idiotas, que eu poderia ter concertado antes, se eu tivesse percebido o quanto você valia pra mim, mas infelizmente a gente só percebe essas coisas depois que perde. Enfim, só me desculpa.
— Luara Palmeira 
Sabe, tenho um medo danado de te perder. E isso é estranho, até pra mim, nunca senti isso por ninguém, e logo você ta fazendo isso comigo. Jurei que não ia te querer, jurei que não ia me apaixonar, e agora to aqui, feito uma boba pensando em você o dia inteiro, tudo o que escrevo é pra você. O mais foda é que eu sei, que de qualquer jeito, eu vou acabar sofrendo no final. Mas, pela primeira vez, isso nem ta me importando, por você, qualquer coisa vale a pena.
— Luara Palmeira 
E eu ainda vou ter o orgulho de passar na sua frente com um sorriso enorme e te mostrar que tudo que me fez passar só me fortaleceu
— Luara Palmeira
- Você sabe que tentar manter a distância não vai diminuir o que eu sinto por você - ele disse.
- Talvez? - falei.
- Todos os esforços para me proteger de você serão inúteis - ele disse.
— A culpa é das estrelas.
Se foi amor
por que você
se foi, amor?
Eu Me chamo Antônio.  
Ela tinha namorado. Eu era um palerma. Ela era apaixonante. Eu era irremediavelmente sem graça. Ela era infinitamente fascinante. Então eu voltei para o meu quarto e desabei no beliche de baixo, pensando que, se as pessoas fossem chuva, eu seria garoa e ela, um furacão.
Quem é você, Alasca? 
Desculpe meus erros de gramáticas, eu apenas escrevo o que sinto, e o que eu sinto não segue regras, muito menos as ortográficas.
Christiellen Lima. 
E é assim que a gente vai vivendo, sabe? Errando pra aprender. Se decepcionando pra se proteger. Se machucando pra crescer. Chorando pra sorrir. A gente cai uma vez, pra aprender a se levantar em outra. No fim, tudo que for bom, verdadeiro, tudo o que realmente nos fizer bem, permanece.
Tati Bernardi.  
Era por volta de 6 da manhã, e eu já sentia saudades. Poxa, eu tinha que arranjar um jeito de te esquecer, mas eu não queria te esquecer. Pensar em você já era um dos meus planos pro dia. E nos meus pensamentos eu te imaginava comigo, Porque mesmo você sendo assim, eu queria você. Queria dormir e a saudade não me dominar, porque você estaria ali ao meu lado para controla-lá.
O céu das palavras.
Uma pessoa triste tentando fazer a outra pessoa triste sorrir. Isso se chama amizade, a verdadeira amizade!
A menina que roubava livros.   
Você disse que tinha medo de me perder.E veja só,você mesmo me deixou.
— Clarice Falcão.